Cousas do Baú

Não há "desgraça" que seja tão grande hoje, que amanhã não seja um pouco menor; e que no dia seguinte, seja menor. E que em alguns dias ou meses seja menor ainda.

Esta frase sintetiza algo que percebo há décadas, mas aqui tenta resgatar em poucas palavras algo que ouvi em 2008, do qual noto que se confirma em diversas ocasiões.

O trecho que se encontra entre aspas duplas, pode ser facilmente substituído por outras "situações", se tratando apenas de um exemplo da aplicação da "ideia em si".

Por exemplo, releia a frase substituindo a palavra "desgraça" por "felicidade", "tristeza", "mal", "ódio", etc.

Esta frase dar a noção de que o tempo atenua os sentimento, até que se torna "neutro" ou "normal".


Texto atualizado em 13/04/2018
por Ananias Lemos Rodrigues

Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Entenda o LIPTE/LIATE (utilizado na Integração UDV)

Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos - ENCCEJA 2018

A Bíblia Sagrada no mundo