domingo, 20 de agosto de 2017

Resposta ao moribundo

Por hora choraria,
a morte do amigo.
Mas, não expira a tua vida,
tarde aqui comigo.

Pois, amam te muito a família,
colegas, vizinhos e  amigos queridos.

Não penses que morrerá fácil,
pois tenho certeza
que há muito estaremos contigo.

Contudo, se outrora morresse,
a Santa urna eu levaria,
com lágrimas no rosto.
Rogando a Santa Maria.


(Texto escrito em resposta a um amigo recém internado na UTI de um hospital da Grande Vitória, ES. Brasil, 2015, visto que o amigo comentava a ausência de seus companheiros nos horários de visitas no hospital do qual se encontrava internado e dizia ele que não teria amigos suficientes para carregar a sua urna, rumo a eternidade.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário